terça-feira, 7 de abril de 2009

a bater no fundo


O facto não é novo nem surpreendente: os produtores de leite continuam a ser indecentemente roubados pela grande indústria, que procura financiar-se pelos cortes do preço pago à produção, enquanto mantêm os preços no consumidor.

A resposta não pode passar apenas por mais ajudas governamentais que, de forma indirecta vão acabar nos cofres das grandes indústrias.

O que se impõe é uma intervenção legislativa directa nos mecanismos de formação do preço do leite. Até porque este mercado nunca foi "livre", mas sim controlado por interesses que não são os dos produtores, que não são os da Região.

Uma nota apenas para o atraso da Secretaria Regional da Agricultura na aprovação de projectos para candidaturas a fundos europeus: Inaceitável!

Sem comentários: