terça-feira, 14 de abril de 2009

Händel

Em dia de aniversários, e em fidelidade aos meus próprios vícios musicais, não podia deixar de assinalar também o 324º aniversário do nascimento de Händel.

Georg Frideric Händel foi um homem feliz. Sob qualquer ponto de vista. Uma vida longa, frutuosa, que assiste ao reconhecimento do seu próprio talento. Invejável.

Uma boa parte dessa felicidade transparece, sonante, poderosa e cristalina na sua música. E não pode deixar de nos contagiar.

O melhor mesmo é ouvi-lo!




Cedendo à tentação do exagero, não resisto a partilhar também a ária "ombra mai fu" ("a sombra nunca existiu") da sua ópera, Xerxes e considerada por muitos (por mim também) como uma das mais belas melodias algumas vez escritas.


Aos leitores habituais, as minhas desculpas. A política continua amanhã.


Sem comentários: