domingo, 24 de maio de 2009

diz o roto ao nu

Luís Paulo Alves acusa o cabeça de lista do PSD de ser um dos rostos do centralismo

É pelo menos uma declaração descuidada. O centralismo de Vital Moreira não pede meças a ninguém e é certamente muito mais exacerbado do que o de Rangel, que se limitou a um mero pedido de fiscalização de constitucionalidade, que em última instância acabou por reforçar a legitimidade do nosso Estatuto.

Em todo o caso, PS e PSD estão de acordo e ambos têm razão na análise dos respectivos cabeças de lista. Para centralista, centralista e meio!

Sem comentários: