terça-feira, 16 de junho de 2009

o último sapo antes das férias

Vital Moreira apoia Durão Barroso

Antes das suas merecidas férias em Bruxelas e do seu aliviado mergulho no esquecimento, bem longe das luzes da ribalta política nacional, Vital Moreira foi obrigado a engolir um último sapo: apoiar Durão Barroso, que tinha jurado a pés juntos não apoiar.

É assim. A disciplina partidária e obediência ao chefe contam muito, mesmo para os "independentes". O que é certo é que Vital Moreira faz a sua estreia no Parlamento Europeu quebrando a orientação de voto do PSE. Provavelmente isto não vai servir para aumentar o peso político dos eurodeputados portugueses do PS. É que re-eleger Durão Barroso também não ajuda (já o provou) em nada os problemas nacionais.

Em todo o caso, depois de Sócrates o ter contrariado publicamente durante a campanha, restavam poucas dúvidas que essa ia acabar por ser a sua atitude. Ao que me contam, não é de agora que Vital rapidamente se esquece das suas declarações inflamadas em prol da mais interesseira obediência.


Sem comentários: