domingo, 14 de junho de 2009

quando tudo o resta falha

Foi "estúpido" o que se passou com a abstenção nas eleições

Carlos César está nitidamente a acusar o toque da derrota eleitoral que o seu partido sofreu nas últimas eleições.

Não querendo assumir as próprias culpas, nomeadamente pela sua total ausência da campanha eleitoral que poderia, objectivamente, ter feito alguma diferença e depois de atirar com as culpas para o candidato-bode-expiatório, Vital Moreira, César continua sem perceber o protesto que muitos milhares de açorianos expressaram com a sua abstenção. Não se apercebe que, com a sua imponderada declaração está a ofender mesmo muito gente, muitos açorianos que o elegeram.

Para César, quando tudo os resultados não são bons, recorre-se à obrigação administrativamente imposta do voto. Mas, se mesmo isso falhar, então, recorre-se ao insulto.

1 comentário:

geocrusoe disse...

césar nunca respeitou o eleitor, foi sempre um arrogante não consciente da inteligência do cidadão que vota.