domingo, 13 de setembro de 2009

de mal a pior


Reveladora, desde logo, da forma como um comentador profissional (cujos sucessos literários, na minha opinião, advêm mais dos seus atributos de "socialite" e figura mediática do que propriamente da qualidade da literatura) procura assegurar a sua sobrevivência e manter a sua notoriedade: polémica estéril, algumas enormidades, falta de educação qb e, sobretudo, um precioso e diplomático equilíbrio na distribuição das críticas entre os vários actores políticos. Afinal para um comentador tão cheio de opiniões, um cargozinho governativo nunca está muito longe no horizonte.

Reveladora, depois, no paternalismo proto-fascista em relação à juventude (e eu não sou suspeito de ser fã da JS!) e pela forma como considera que estes não têm que se preocupar com assuntos dos quais supostamente nada percebem, como a lei do divórcio ou das uniões de facto. E vem esta crítica de alguém cujo ganha pão é ter opinião e falar sobre tudo: sobre o que percebe e sobre o que nitidamente não percebe!

Reveladora, ainda, da falta de objectividade de quem tem de produzir polémica para sobreviver e não tem muito tempo para estudar os assuntos. A forma como oblitera o que são os reais problemas da juventude, como o desemprego, o trabalho precário e os custos da educação, por exemplo, mostram bem o seu distanciamento da realidade. Mas, também, a forma como analisou o programa do PSD, não pelo que lá está escrito, mas pelas supostas e adivinhadas intenções da sua líder, não passa de oca especulação política para encher páginas de jornais e bolsos de comentador.

Por fim, uma nota da decepcionante qualidade humana de Miguel Sousa Tavares: a falta de solidariedade que demonstra para com os profissionais da TVI com os quais trabalhou durante tanto tempo, são demonstrativas de uma frieza e egoísmo que é raro encontrar.

Como MST tanto gosta de adjectivar: Inenarrável!

7 comentários:

Anónimo disse...

Um belissimo exemplo do escandaloso jornalismo de Moura Guedes.
http://www.youtube.com/watch?v=rQQ5-7Zd5ZQ

Tiago R. disse...

Está ciente que a liberdade de imprensa se aplica também aos maus jornalistas?

Porque se não, lá tinhamos de fechar a SIC Notícias e mandar o Ricardo Costa trabalhar para um call-center...

Anónimo disse...

POIS EU ACHO QUE SOUSA TAVARES É UM
GRANDE COMENTADOR E SABE O QUE DIZ.
DE FRIEZA NADA TEM,BASTA LER A SUA OBRA LITERÁRIA.
QUANTO M.MOURA GUEDES,TEVE O QUE PLANTOU ,QUE SÓ FORAM ERVAS DANINHAS...

Tiago R. disse...

Calma! Tem direito à sua opinião, não precisa gritar!

Em relação a, pelo menos, este texto que refiro no post, Sousa Tavares saiu-se definitivamente muito mal...

Anónimo disse...

SABE,EU NÃO SOU A MOURA GUEDES,NUNCA GRITO,AS PALAVRAS EM MAÍUSCULAS É QUE PARECEM GRITAR,MAS É UMA CARACTERÍSTICA MINHA QUANDO ESCREVO NO COMPUTADOR.
EM RELAÇÃO AO ASSUNTO EM QUESTÃO,NÃO SEI,DETESTO POLÍTICA

MARIA JOSE FERREIRA.

Tiago R. disse...

(nos blogues, escrever em maiúsculas equivale a gritar...)

Quando se preocupa com o seu futuro ou com as injustiças à sua volta já está a pensar em política.

Anónimo disse...

JÁ NÃO ME PREOCUPO,A INJUSTIÇA SEMPRE HOUVE E VAI EXISTIR,É O GRANDE MAL DA HUMANIDADE.