sábado, 5 de setembro de 2009

frases que definem uma época



"Eu tenho um contrato de trabalho. Não posso fazer comentários"

9 comentários:

Anónimo disse...

Acha que aquilo era jornalismo? Please.

Tiago R. disse...

Acha que isto é uma democracia? Please.

Anónimo disse...

Comentários são coisa que a púdica Manuela Moira Gueides não faz nem nunca fez.
Coitadinha.

Essa coisa de tomar partido, quando se noticiava, chamar nomes aos entrevistados e fazer julgamentos é coisa que a agora vitima Moira Guedes desconhece.

Vale a pena recordar, vêndo "isto" na integra:
http://www.youtube.com/watch?v=wZLaLO-tTJU

Tiago R. disse...

E o que é que o Ricardo Costa (irmão de António Costa) faz na SIC?
Ou José Manuel Fernandes no Público?

É óbvio que os podem comentar e dar a sua opinião. Só devem separar claramente o que é notícia e o que é opinião. E isso, MMG fazia. A notícia vinha na reportagem. A sua opinião era depois, ou nas entrevistas com os convidados.
Aprenda.

Anónimo disse...

Moira Guedes era afinal simples apresentadora, jornalista, advogada do contraditório ou comentadora?

É que não se percebe na entrevista que faz ao Sr Bastonário.

Anónimo disse...

Em suma, era uma voz incómoda…

A Liberdade é cada vez mais um Direito apenas ao alcance de alguns… definitivamente uma Causa pela qual vale a pena Lutar…

Rui Ramos

Anónimo disse...

Em suma, era uma voz incómoda para uns, muito cómoda para outros e muito pouco isenta.

Anónimo disse...

O que não torna justo que fosse despedida por ordem de José Sócrates.

geocrusoe disse...

A melhor forma que MMG distinguia a notícia era que nós sabiamos o que ela pensava em relação ao que relatava e dizia-o com tal frontalidade que não disfarçava como fazem os pretensos isentos que subrepticiamente tendem a nos influenciar.