sexta-feira, 4 de setembro de 2009

nunca pensei que um dia ia estar de acordo com este senhor

"O PS-Governo de Sócrates não consegue coexistir com a liberdade dos outros. Criou uma central de propaganda brutal que coage os jornalistas. Intervém nas empresas de comunicação social. Legisla contra a liberdade. Fez da ERC um braço armado contra a liberdade (a condenação oficial do JN6ª pela ERC em Maio serviu de respaldo ao que aconteceu agora). Manda calar os críticos. Segundo notícias publicadas, pressiona e chantageia empresários, procura o controle político da justiça e é envolvido em escutas telefónicas. Cria blogues de assessores com acesso a arquivos suspeitos que existem apenas para destruir os críticos e os adversários políticos. Pressiona órgãos de informação. Coloca directa ou indirectamente “opiniões” e “notícias” nos órgãos de informação. Etc


4 comentários:

DR.PARDAL disse...

O Mário Soares foi sempre um farsante.

O Dr.Álvaro Cunhal é que o conhecia de gingeira.

Este famigerado "pai-da-pátria" decretou o direito à indignação; ficou muito escandalizado quando o professor Marcello foi expulso da TVI por alegada pressão do governo do desgraçada do Santana Lopes,etc.

Agora, o Mário Soares, até diz que aquilo foi um acto de gestão duma empresa privada...

O polvo sucialista no seu melhor!

Se em 27 de Setembro os portugueses não derem um pontapé no cú nesta gente, eu quase que digo que venha um Pinochet ou um Slobodan Milosevic!!!!

João Cunha disse...

Todos os dias aprendemos algo de novo, neste caso a "tolerância" política para com um suposto paria intelectual do Tiago. :)

Tiago R. disse...

Touché!

Tiago R. disse...

Touché!