sábado, 17 de outubro de 2009

it's all in the mind

O Vice-Presidente do Governo Regional afirma que ultrapassámos a crise e que temos apenas um problema de confiança.

Segundo Sérgio Ávila, as empresas têm montes de liquidez, as pessoas tem alto poder de compra e, a única questão é um problema meramente psicológico e de auto-estima: os açorianos não se sentem confiantes.

É muito tradicional esta postura de reconduzir os problemas económicos a meras questões de psicologia colectiva, reduzindo o que é uma ciência objectiva e mensurável a uma espécie de misticismo económico, que os protagonistas políticos sentem como seu dever propalar.

A suposta falta de confiança é, afinal, a apenas a menor vontade de investir por parte das empresas. E é, também, lógica: com as dificuldades de financiamento e os baixos níveis de liquidez, perante um quadro de grande retracção do consumo, de quebra de poder de compra, os empresários decidem com base na realidade concreta e não nas declarações propagandísticas dos membros do Governo.

É um erro velho, este de pensar que uma atitude confiante consegue consertar um sistema económico abalado pelas suas próprias contradições. A saída da crise não está em mudarmos de atitude perante ele, está em transformá-lo.

2 comentários:

PJM disse...

Oh... Tiago. Por favor, não contribuas, ainda mais, para a confusão que se gera, sempre que dá jeito, entre Psicologia (ciência,embora não exacta, consegue mensurar comportamentos e atitudes) com misticismo puro e duro.

Acho que a pessoa em questão vive numa 'mundo à parte', quem sabe numa qualquer país das fadas madrinhas e de potes de ouro no fim do arco iris.

Tiago R. disse...

Sim. É verdade, trata-se de misticismo e não de psicologia.
Fico corrigido.