segunda-feira, 30 de novembro de 2009

estratégia zero


Agora o que não é aceitável é termos de ouvir a líder do BE Açores, no debate realizado na 6ª feira à noite na RTP Açores, a discursar sobre as importantíssimas propostas que o BE fez para o Plano de 2009, mas que não se preocupou em repetir para o Plano de 2010. Como se para a pobre inteligência dos açorianos bastasse parecer que se faz alguma coisa, nada fazendo efectivamente. Com esta cortina de fumo comunicacional se tenta ocultar a nulidade política de quem pensa que bastam umas frases sonantes para se ir iludindo o número suficiente de eleitores para garantir um confortável posto parlamentar. Até quando?

Mas, afinal, para o Orçamento, o BE sempre apresentou uma proposta e foi aprovada e tudo! Trata-se de uma regra que permite ao Governo Regional privatizar empresas regionais sem que o tenha de discutir no Parlamento. A proposta do BE foi a de que o Governo só o possa fazer se não se tratar de um sector "estratégico" para os Açores. E quem é que define o que é que é um sector "estratégico"? Esse mesmo Governo! Profundíssima intervenção política, é mesmo o que se chama um fato por medida para a aprovação socialista.

Com este nível de intervenção parlamentar "estratégica", a esquerda nos Açores ainda tem mesmo um longo caminho a percorrer.

4 comentários:

Anónimo disse...

Ops.

Os comunistas, uns marxistas, outros leninistas, outros trotskistas e outros maioistas, brigam.

Tira-se mais alguma conclusão do post?

Tibério Dinis disse...

Acho que o BE/Açores está com alguns problemas graves. É verdade que é o partido da "moda" e que consegue ultrapassar a dificuldade histórica que o PCP tem de implementação nos Açores.

Contudo a sua passagem pela ALRAA tem sido um desastre. Zuraida Soares até se safa, mas os 2os deputados têm sido um fracasso. Comparando o BE com o PCP, o PCP parece-me melhor e tem menos um deputado. Acho que alguma coisa não está a funcionar no "grupo" parlamentar do BE, não sei se é a procura de protagonismo de Zuraida se é a falta de qualidade dos 2os deputados, ou se é mesmo falta de rumo programático.

Haja Saúde

Anónimo disse...

Viva o 1º de Dezembro
Viva a Restauração
Viva D. Duarte, rei dos Portugueses.
Viva Portugal.

João Cunha disse...

Como alguém muito próximo de mim tem o habito de me dizer...

Estou "confusado" com o objectivo por detrás deste post.