quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

nivelar por baixo


O nosso Governo Regional continua, a cada passo, a provar a sua coerência. Para resolver os problemas dos Açores, nada como nivelar por baixo! Há falta de médicos de família? Então a solução mais prática e barata é a de aumentar o número de utentes por médico, ao arrepio das recomendações da Organização Mundial de Saúde.

Apesar de o Açoriano Oriental anunciar em título que vêm mais 37 médicos para a Região, lendo a notícia vemos que afinal para já são só 20 e que, destes, apenas 6 são médicos de família. É o que se chama não sair da cepa torta, especialmente se tivermos em conta que faltam cerca de 50 médicos de família nos Açores, de acordo com o Diário Insular.

Temos muito que agradecer a Cavaco Silva (e também à sua ex-Ministra da Educação, Manuela Ferreira Leite), mas também a António Guterres por aqui há uns 13 anos atrás se terem lembrado que limitar o número de vagas nas faculdades de medicina era uma boa maneira de poupar uns cobres ao erário público. Muito obrigado!

Sem comentários: