domingo, 10 de janeiro de 2010

viver entre muros

Israel vai construir vedação na fronteira com o Egipto

uma atitude característica de um Estado (não um país) que opta por viver em conflito continuo com os seus vizinhos, de costas voltadas para o mundo, gerido por governos que precisam da guerra permanente para fundamentarem o seu poder autoritário. Mais do que proteger ou separar, os muros servem para instilar o medo. Um medo que se vive igualmente dos dois lados da parede.

Cercados de muros, os horizontes das crianças israelitas serão cada vez mais estreitos e apertados. Que futuro irão construir?

Sem comentários: