segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

a mancha

Depois de Paulo Rangel ter denunciado no Parlamento Europeu o plano do Governo para controlar a comunicação social, logo os eurodeputados socialistas reagiram indignados afirmando que este "manchara a imagem do país".

Esta reacção pode fazer pensar que os eurodeputados dos outros países não lêem jornais e que foi apenas graças a Rangel que ficaram a saber das escandaleiras lusitanas. Mas provavelmente lêem e provavelmente já sabiam. A reacção socialista é a do tradicional "é melhor não falar nesse assunto".

A atitude contundente de Rangel e a dureza das suas palavras acabam por expressar bem o sentimento de cada vez mais portugueses que estão fartos deste PM e do seu rasto de escândalos. Aliás, como alguém escreveu, por bem menos do que isto foi Santana Lopes demitido...

A mancha que existe, sim, não é de quem tem a ombridade de se erguer e denunciar a injustiça, é de quem a comete e de quem a tenta silenciar.

9 comentários:

geocrusoe disse...

Não sei se o local escolhido era o mais indicado... mas que nunca vi um baile de máscaras em que no fim estas não começassem a cair, na política há-de acontecer o mesmo, pelo menos assim espero.

Anónimo disse...

Lembram-se do outro que dizia não ler jornais?

Quem tem telhados de vidro, não atira pedras.
Muito menos no estrangeiro prejudicando sériamente todos os portugueses.

Ricardo Ferreira disse...

Os portugueses estão tão fartos do Sócrates que o re-elegeram...

A democracia por vezes pode ser uma coisa chata...

Anónimo disse...

Os portugueses que re elegeram Sócrates - a maioria - merecem respeito pela sua vontade.
Ou não será assim?

Tiago R. disse...

Os portugueses que o reelegeram estavam cientes de todas estas escandaleiras?

Ricardo Ferreira disse...

Os portugueses re-elegeram-no...

Por muito chato que tal facto possa ser, re-elegeram-no.

Agora, acho curioso este blog nada ter dito de Rangel ter votado contra, no Parlamento Europeu, a uma resolução que condenava o controlo feito por berlusconi à comunicação social Italiana.

Tiago R. disse...

Bem notado.
Não o sabia.

Anónimo disse...

Quais escandaleiras?
As inventadas pela imprensa ou a pouca vergonha criminosa que grassa em matéria de segredo de justiça?

Tiago R. disse...

Neste caso referia-me à pouca vergonha criminosa que grassa em termos de tráfico de influências e corrupção.
A tal que é PROVADA pelos despachos dos investigadores, sabe?