segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

será mesmo o fim da linha?

Mário Crespo afastado das páginas do JN por artigo que desagradou ao Governo

Já aqui neste blog, elogiei publicamente Mário Crespo por expor com coragem verdades incómodas e por não permitir que os ocupantes momentâneos do poder intimidassem o jornalista que, armado do seu espírito crítico e da importância social da sua profissão, analisa a realidade e critica quem deve criticar, denuncia o que deve denunciar, incomoda quem deve incomodar. Há, infelizmente, um preço a pagar por esta postura.

E, infelizmente, não me parece que isto seja o fim da linha. Se, por enquanto, a questão parece reduzir-se aos jornalistas e comentadores profissionais, o crescimento de importância da blogosfera, faz temer que também os bloggers possam ser sujeitos a pressões, se o não são ainda.

Mas vale a pena perguntar: Quantos de nós não contribuímos tantas vezes com o silêncio cauteloso, cúmplice ou cobarde para permitir que se continue a intimidar, amordaçar e a despedir quem exerce a sua liberdade de expressão neste país? E quando chegar a nossa vez? Haverá alguém a levantar a sua voz pelo nosso direito?

Leia aqui, na íntegra, o artigo que o JN recusou publicar.

1 comentário:

Anónimo disse...

Mais um candidato a MMG.