quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

tapar o sol com a providência

Providência cautelar tenta impedir publicação de mais escutas no semanário "Sol"

Sem discutir a legitimidade jurídica da providência cautelar, o que é certo é que a imagem que os envolvidos transmitem é terrível. Se as escutas não os envolvem em nada ilegal, porquê toda esta intranquilidade?

Impedir a saída de um grande semanário nacional não é brincadeira nenhuma e mostra-nos que alguém está disposto a tudo para a impedir a sua divulgação. Ficam muito poucas dúvidas que o conteúdo destas, seja ele qual for, é certamente bombástico. Paradoxalmente, esta tentativa pública de ocultação poderá acabar por ditar a morte política de José Sócrates. Se é que ela não aconteceu já. Novas eleições à vista?

6 comentários:

Anónimo disse...

o sol ficou impedido de publicar mais escutas e ao que parece há para aí alguns que ficaram ofendidos com isso.

http://apombalivre.blogspot.com/2010/02/o-sol-ficou-impedido-de-publicar-masi.html

Anónimo disse...

Mas isto escutam-se assim os telefonemas das pessoas e publicam-se nos jornais?

Mas publicam-se escutas telefónicas que deviam estar em segredo de justica, assim sem mais nem menos, sem incriminar ninguém?

O segredo de justiça não foi feito para proteger as investigações e facilitar o apuramento da verdade?

O segredo de justiça não foi estabelecido para evitar julgamentos na praça pública e impedir a lapidação?

Tiago R. disse...

Neste caso, para o melhor ou para o pior, o segredo de justiça já era...

Mas os factos e os milhentos indícios (por exemplo: http://tv1.rtp.pt/noticias/index.php?t=Providencia-cautelar-visa-travar-noticias-do-Sol.rtp&article=318404&layout=10&visual=3&tm=8 )permanecem. Enquanto não se prevê que sejam devidamente investigados. É um daqueles casos em que a justiça talvez se sobreponha à Lei. O país precisa de saber. Sob pena da completa descredibilização do Estado.

Anónimo disse...

Não se pode querer o segredo de justiça para proteger as liberdades individuais de cada um e não querer noutra situação, por razões politicas.

Maria Henriques disse...

palavrinha de honra que esta histeria á volta do sol me dá uma enorme vontade de rir.: E cá estamos de novo á volta.

http://bit.ly/ahCfuS

Tiago R. disse...

Ria à vontade, que em São Bento há quem vá suando frio.
Defender o mínimo de credibilidade do estado perante o bando de corruptos que o infecta é histeria???

PS (sem ironia): Gosto que comente, mas acho um bocadinho deselegante usar este espaço apenas para promover o seu blogue