sexta-feira, 5 de novembro de 2010

défice escondido com o rabo de fora


Já sei que vou ser acusado de antipatriótico, porque a ideia era esconder isto dos tais "mercados", a quem agora se dirigem todos os esforços da vida nacional, mas não resisti.

É porque não só a suposta, ansiada, idolatrada consolidação orçamental não resolve nenhum dos nossos problemas, como os sacrifícios impostos aos portugueses, afinal, nem sequer atingem o objectivo pretendido.

Já sei o que é que me vão responder: "Então, o que precisamos é de ainda maiores sacrifícios", mas andamos a levar com esta receita de mais do mesmo há 30 anos. Vale a pena continuar neste rumo?

5 comentários:

Anónimo disse...

Valer não vale.
O problema é que não temos outro remédio.

Tiago R. disse...

Tire essas palas, homem!
É claro que temos outras hipóteses. Mesmo sem partir para uma Revolução social.

Anónimo disse...

Quais são?

Tiago R. disse...

Por exemplo, leia aqui:
http://www.pcp.pt/jornadas-parlamentares-do-pcp-propostas-para-resolu%C3%A7%C3%A3o-dos-problemas-do-pa%C3%ADs

Anónimo disse...

A difusão do logro segundo as técnicas de Goebels criou a realidade non sense
“Não existe outro remédio” ou os “portugueses viveram acima das suas possibilidades”
Faz tanto sentido como este AMG Mercedes produzido no tempo da maior crise económica dos últimos 80 anos. Preço 220.395 euro, 15 litros no mínimo por cada 100km percorridos de gasolina 98 octanas, a cocaína dos automóveis potentes

http://www.autoblog.com/2010/07/24/2011-mercedes-benz-cl63-cl65-amg-are-twin-turbo-temptresses/

Estamos rodeados de ensinamentos sem sentido, tão invisíveis quanto mais próximos do nariz, por exemplo – A Nectarina Furtado depois de arrebentar vários ordenados médios por mês em roupas, sapatos, jóias, prendas para o namorado desse ano, ginásio, cremes de beleza massagens corporal e facial, tratamento dos pés, tratamento das mãos, jantar, noitadas, Álcool, psicoterapia, isto se não lhe passar pela tola fazer uma cirurgia, porque o rabo está a ficar assim, ou o queixo está a ficar assado – Vai ajudar os pobrezinhos em Africa como se o narciso pudesse alguma vez ser belo.