sábado, 29 de outubro de 2011

jornalismo entre aspas


É que, os dois primeiros terços da notícia estão, basicamente, entre aspas, não passando de uma longa citação dos discursos de um Deputado do PS (que no momento era, provavelmente, presidente da associação de agricultores) e do Presidente do Governo Regional. Assim, de chapa, sem mais explicação nem contraditório. No finzinho, o jornalista lá nos dá um ar da sua graça e algumas palavras da sua lavra, mas apenas para nos informar do valor do investimento em causa.

Nós, leitores, ficámos sem perceber muito bem o que faz e para que serve o centro logístico, até porque não houve ninguém que se desse ao trabalho de nos interpretar o acontecimento. Lamenta-se. Os interesses comunicacionais do Governo Regional ficaram bem servidos, o direito dos leitores a serem informados com objectividade não.

Sem comentários: