segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Wall street é a nossa rua

We Are The 99% from socially_awkwrd on Vimeo.



Os média nacionais obedientemente esqueceram-se de nos informar que milhares de jovens ocupam Wall Street desde 17 de Setembro (o dia em que se celebra a assinatura da Constituição dos EUA), reclamando uma nova revolução americana, desta vez feita em nome dos 99% da população que não é milionária.

Que se passa na América? No passado recente dos EUA a juventude tem sido a consciência activa do descontentamentos, portadora dos ideais que fundaram aquele país e que inspiraram milhões em todo o mundo, Europa incluída. O peso simbólico da ocupação pacífica do coração do capitalismo moderno, utilizando as tácticas aprendidas nas revoluções do mundo árabe, é avassalador e inegável. E estes jovens sabem-no. Ainda que muitas das reivindicações sejam generalistas, ou mesmo imbuídas de uma certa ingenuidade, todos parecem ter uma consciência clara do problema que as sociedades modernas enfrentam e da sua causa.

Estes protestos espalham-se agora por muitas cidades dos EUA, colocando Obama perante a encruzilhada: parecer mudança ou mudar a sério. Mas colocam também, a todo o mundo que sofre os efeitos do desabar do sistema capitalista (e em Portugal andamos a aprender depressa o que isso é) um desafio: mudamos de políticas?

6 comentários:

Anónimo disse...

so nao sabem contra o que protestam, estao muito confusos

Tiago R. disse...

Sabem, sim, E muito bem!

E é isso que assusta muita gente.

Anónimo disse...

ai sabem? contra o que entao ?

Tiago R. disse...

Não tenho legitimidade para falar em nome de milhões de pessoas, mas acho que não erro se falar na desregulação dos mercados que permitiu lançar os países desenvolvidos na crise em que estão mergulhados, pelo menos.

Anónimo disse...

a crise tem dois culpados, sistema financeiro e estado. ambos se endividaram demais e os politicos incentivaram a tomada de divida pois foi bom enquanto durou... se voce regular os bancos (eu concordo) entao falta ainda regular o proprio estado e os politicos.

Tiago R. disse...

Os políticos que estiveram no Governo fizeram isso e, nós, cidadãos, deixámos e continuámos a votar ciclicamente ora PS, ora PSD.

Parece que a minha geração anda com vontade de deixar de fazer isso.