quinta-feira, 3 de novembro de 2011

a chantagem do Euro (actualizado)


Ao mesmo tempo que comete um estrondoso suicídio político em que afunda também o Pasok, Papandreou mostra a todos os gregos e a todo o mundo que, nesta moderna Europa democrática, já nada resta das soberanias nacionais e do direito de cada povo decidir sobre o seu próprio destino.

É mesmo difícil chamar democrata a esta lógica da decisão ser demasiado importante para ficar na mãos do Povo, não vá o povo ter a veleidade de decidir contra o que mandam os patrões Merkel e Sarkozy.

2 comentários:

Anónimo disse...

So faz lembrar os tempos da Uniao Sovietica e da entrada dos tanques russos em Praga para calar as vozes dissidentes, mas apesar de tudo nao e' tao mau ainda.

Tiago R. disse...

Jesus! Onde é que você foi desenterrar isso?
Velhos cadáveres não apagam a realidade presente...